Carpintaria das Coisas

Festtag (poema inédito de Flusser)

Advertisements

Dia Festivo (Festtag)

E em meio à cólera,

finca-te Deus nos flancos

sua reluzente espora

e vê: todas as coisas despertam

caem barreiras por toda parte

Um quieto bastar-se

Enche casa e mãos

Cantam as paredes.

Do eco das horas

Vieste nascer

(tradução minha do original alemão)

Advertisements